Petrobras. Relacionamento com Investidores

Petrobras

Relações com Investidores

Petrobras adquire participação em contrato de exploração na Guiné Equatorial

Rio de Janeiro, 11 de janeiro de 2006 - PETRÓLEO BRASILEIRO S/A - PETROBRAS, [Bovespa: PETR3/PETR4, NYSE: PBR/PBRA, Latibex: XPBR/XPBRA], uma companhia brasileira de energia com atuação internacional, comunica que o Governo da Guiné Equatorial, na África ocidental, aprovou recentemente a aquisição, pela Petrobras, de 50% de participação no contrato de partilha de produção no Bloco L.

Localizado na porção de águas profundas da Bacia do Rio Muni, o Bloco possui uma área de 4.250 km², em profundidades variando entre 500 a 2.200 metros.

Os 50% de participação no contrato de partilha de produção do Bloco L foram adquiridos dos seus atuais participantes (novas cotas de participação entre parênteses): Chevron Equatorial Guinea Limited (22,5%); Amerada Hess Equatorial Guinea Resources Inc. (12,5%); Energy Africa Equatorial Guinea Limited (10%); e Sasol Petroleum International (PTY) Limited (5%). A Chevron continuará como operadora do Bloco, e a Petrobras tem a opção de se tornar operadora em caso de descoberta comercial. O Bloco L situa-se próximo ao prolífico Bloco G, operado pela Amerada Hess, onde foram descobertos oito campos de óleo, incluindo o Campo de Ceiba, que já está em produção.

O Bloco L tem excelente potencial para aumentar as reservas internacionais da Petrobras e o primeiro poço exploratório está programado para perfuração em 2006. Em caso de descoberta, a produção deverá ocorrer no início da próxima década, o que contribuirá para o alcance da meta de produção da Petrobras no exterior.

A execução desse contrato está em conformidade com o Plano Estratégico da Petrobras, que inclui a pesquisa de oportunidades em águas profundas e ultraprofundas no Oeste da África.

A Petrobras hoje tem negócios em 16 países de três continentes, abrangendo atividades em toda a cadeia de operações das indústrias do petróleo, gás e energia. Com mais esta aquisição a Petrobras aumenta sua presença em atividades de exploração em cinco países africanos (somando-se a Angola, Nigéria, Tanzânia e Líbia). O acordo representa mais uma oportunidade de aplicação da tecnologia Petrobras desenvolvida para operação em águas profundas.

Última atualização em 

Close