Petrobras. Relacionamento com Investidores

Petrobras

Relações com Investidores

Fato Relevante - Reservas Provadas da Petrobras em 2005

Rio de Janeiro, 16 de janeiro de 2006 – PETRÓLEO BRASILEIRO S/A - PETROBRAS, [Bovespa: PETR3/PETR4, NYSE: PBR/PBRA, Latibex: XPBR/XPBRA], uma companhia brasileira de energia com atuação internacional, comunica suas reservas provadas de petróleo e gás natural no Brasil e no Exterior segundo os critérios da Society of Petroleum Engineers – SPE e da Security and Exchange Comission – SEC em 2005.

 

Reservas Provadas no Brasil:

 

Em 31 de dezembro de 2005 as Reservas Provadas de óleo, condensado e gás natural nos campos sob concessão da Petrobras no Brasil atingiram 13,232 bilhões de barris de óleo equivalente (boe), segundo o critério ANP/SPE.

 

Reserva Provada - SPE
Volume
%
Óleo + Condensado (bilhões de bbl)
11,364
86
Gás Natural (bilhões de m3)
296,941
14
Óleo Equivalente (bilhões de boe)
13,232
100

 

 

Durante o ano de 2005, foram apropriados 0,882 bilhão de boe às Reservas Provadas, contra uma produção acumulada de 0,673 bilhão de boe, conforme desdobramento mostrado a seguir: 

 

 

Composição da Reserva Provada - SPE
Volume (bilhões de boe)
A) Reserva Provada em dezembro / 2004
13,023
B) Apropriações de Reserva Provada em 2005
0,882
C) Produção Acumulada em 2005
0,673
D) Variação Anual (B - C)
0,209
E) Reserva Provada em dezembro /2005 (A + D)
13,232

 

 

Para cada barril de óleo equivalente extraído no ano de 2005, foi apropriado 1,311 barris de óleo equivalente, resultando em um Índice de Reposição de Reservas (IRR) de 131,1%. Por este mesmo critério a relação Reserva-Produção (R/P) ficou em 19,7 anos.

Os destaques, em termos de apropriação de Reserva Provada foram:

Descobertas em blocos exploratórios – Papa-Terra, na Bacia de Campos; Uruguá e Tambaú, na Bacia de Santos; Canapu, na Bacia do Esp. Santo – Mar; Inhambu, na Bacia do Esp. Santo – Terra; Acauã, na Bacia do R.G.Norte; Anambé, na Bacia de Alagoas – Terra e Jandaia, na Bacia do Recôncavo.
Descobertas em áreas de concessão de campos de produção (Ring-Fence) – Marlim Leste (Área do MLL-14/20) na Unidade de Negócio de Exploração e Produção do Rio de Janeiro - UN-RIO.
Revisões em campos existentes em 2005 - principalmente em Albacora Leste na Unidade de Negócio de Exploração e Produção do Rio de Janeiro - UN-RIO e Marlim e Albacora na Unidade de Negócio de Exploração e Produção da Bacia de Campos - UN-BC.


Segundo o critério SEC, as Reservas Provadas no Brasil, em 31 de dezembro de 2005, foram de 10,578 bilhões de boe, que representa um acréscimo de 0,1% em relação à estimativa do ano anterior (10,569 bilhões de boe).
 

 

Reserva Provada - SEC
Volume
%
Óleo + Condensado (bilhões de bbl)
9,034
85
Gás Natural (bilhões de m3)
245,465
15
Óleo Equivalente (bilhões de boe)
10,578
100

 

 

Durante o ano de 2005, segundo este critério, foram apropriados 0,682 bilhão de boe de Reservas Provadas contra uma produção de 0,673 bilhão de boe, o que corresponde a um Índice de Reposição de Reservas – IRR de 101,3%, ou seja, para cada barril de óleo equivalente produzido, apropriamos 1,013 barril. Por este mesmo critério a relação Reserva-Produção (R/P) ficou em 15,7 anos.

 

 

Composição da Reserva Provada - SEC
Volume (bilhões de boe)
A) Reserva Provada em dezembro / 2004
10,569
B) Apropriações de Reserva Provada em 2005
0,682
C) Produção Acumulada em 2005
0,673
D) Variação Anual (B - C)
0,009
E) Reserva Provada em dezembro /2005 (A + D)
10,578

 

As principais diferenças entre as estimativas SEC e ANP/SPE, são devidas as diferenças entre os critérios (prazo de concessão e reservas de gás com contratos não formalizados), e a não contabilização de projetos em estágio inicial de concepção para desenvolvimento da produção.
 
Reservas Provadas Internacionais:
 
Em 31 de dezembro de 2005, segundo o critério SPE, as Reservas Provadas de óleo, condensado e gás natural nos campos sob concessão da Petrobras, no exterior, atingiram 1,681 bilhão de barris de óleo equivalente (boe).
 
Reserva Provada - SPE
Volume
%
Óleo + Condensado (bilhões de bbl)
0,955
57
Gás Natural (bilhões de m3)
123,331
43
Óleo Equivalente (bilhões de boe)
1,681
100
 
Durante o ano de 2005 não houve reposição de reservas devido a reavaliação das reservas na Bolívia e na Argentina resultando em uma redução de 0,097 bilhão de boe que aliada a uma produção acumulada de 0,094 bilhão de boe totalizou uma redução nas reservas provadas de 0,191 bilhão de boe, conforme desdobramento mostrado a seguir:
 
Composição da Reserva Provada - SPE
Volume (bilhões de boe)
A) Reserva Provada em dezembro / 2004
1,872
B) Apropriações de Reserva Provada em 2005
(0,097)
C) Produção Acumulada em 2005
0,094
D) Variação Anual (B - C)
(0,191)
E) Reserva Provada em dezembro /2005 (A + D)
1,681
 
De acordo com o critério SPE a relação Reserva-Produção (R/P) na área internacional ficou em 17,8 anos.
 
Segundo o critério SEC, as Reservas Provadas no exterior, em 31 de dezembro de 2005, foram de 1,197 bilhão de boe, que representa uma redução de 4,3% em relação à estimativa do ano anterior (1,251 bilhão de boe).
 
Reserva Provada - SEC
Volume
%
Óleo + Condensado (bilhões de bbl)
0,682
57
Gás Natural (bilhões de m3)
87,447
43
Óleo Equivalente (bilhões de boe)
1,197
100
 
Durante o ano de 2005, segundo este critério, foram apropriados 0,040 bilhão de boe de Reservas Provadas contra uma produção de 0,094 bilhão de boe, o que corresponde a um Índice de Reposição de Reservas – IRR de 42,5%, ou seja, para cada barril de óleo equivalente produzido, apropriamos 0,425 barril. Por este mesmo critério a relação Reserva-Produção (R/P) ficou em 12,7 anos.
 
 
Composição da Reserva Provada - SEC
Volume (bilhões de boe)
A) Reserva Provada em dezembro / 2004
1,251
B) Apropriações de Reserva Provada em 2005
0,040
C) Produção Acumulada em 2005
0,094
D) Variação Anual (B - C)
(0,054)
E) Reserva Provada em dezembro /2005 (A + D)
1,197
 
As principais razões para a diferença entre as reservas SPE e SEC são:
  • Pelo critério SEC apenas os volumes de gás cobertos por contratos comerciais vigentes podem ser declarados como reservas provadas, e na Bolívia parte do volume de gás descoberto não está ainda comercializado.
  • Na Nigéria, por causa do estágio de desenvolvimento dos campos descobertos, apenas uma pequena parcela dos volumes pode ser declarado como reserva pelo critério SEC
 
Reservas Provadas da Petrobras em 2005 (Brasil e Internacional):
 
Em 31 de dezembro de 2005, as Reservas Provadas de óleo, condensado e gás natural atingiram 14,913 bilhões de boe, um acréscimo de 0,13% em relação ao ano anterior, segundo o critério SPE, assim distribuídos:
 
Reserva Provada - SPE
Volume (bilhões de boe)
%
Brasil
13,232
89%
Internacional
1,681
11%
Total
14,913
100%
 
Segundo o critério SPE, durante o ano de 2005 foram apropriados 0,785 bilhão de boe às Reservas Provadas e produzidos 0,767 bilhão de boe o que resultou em um acréscimo de 0,018 bilhão de boe em relação às reservas de 2004 (14,895 bilhões de boe). Assim, para cada barril de óleo equivalente produzido em 2005 foi apropriado 1,023 barril de óleo equivalente, resultando num Índice de Reposição de Reservas – IRR de 102,3%. A relação Reserva-Produção (R/P) ficou em 19,6 anos.
 
 
Composição da Reserva Provada - SPE
Volume (bilhões de boe)
A) Reserva Provada em dezembro / 2004
14,895
B) Apropriações de Reserva Provada em 2005
0,785
C) Produção Acumulada em 2005
0,767
D) Variação Anual (B - C)
0,018
E) Reserva Provada em dezembro /2005 (A + D)
14,913
 
As Reservas Provadas segundo o critério da SEC, em 31 de dezembro de 2005, atingiram 11,775 bilhões de boe, assim distribuídos:
 
Reserva Provada - SEC
Volume (bilhões de boe)
%
Brasil
10,578
90%
Internacional
1,197
10%
Total
11,775
100%
 
As Reservas Provadas, em 2005, apresentaram uma redução de 0,4% em relação ao ano anterior. 
 
 
Composição da Reserva Provada - SEC
Volume (bilhões de boe)
A) Reserva Provada em dezembro / 2004
11,820
B) Apropriações de Reserva Provada em 2005
0,722
C) Produção Acumulada em 2005
0,767
D) Variação Anual (B - C)
(0,045)
E) Reserva Provada em dezembro /2005 (A + D)
11,775
 
Segundo o critério SEC, durante o ano de 2005 foram apropriados 0,722 bilhão de boe às Reservas Provadas, contra uma produção de 0,767 bilhão de boe, o que resultou numa redução de 0,045 bilhão de boe em relação às reservas de 2004 (11,820 bilhões de boe), correspondendo a um Índice de Reposição de Reservas – IRR de 94,13%, ou seja, para cada barril de óleo equivalente produzido, apropriamos 0,941 barril. A relação Reserva-Produção (R/P) ficou em 15,4 anos.
 
 
Almir Guilherme Barbassa
Diretor Financeiro e de Relações com Investidores
Última atualização em 

Close