Petrobras. Relacionamento com Investidores

Petrobras

Relações com Investidores

Principais Projetos da Petrobras no Plano de Aceleração do Crescimento (PAC)


Rio de Janeiro, 23 de janeiro de 2007 – PETRÓLEO BRASILEIRO S/A - PETROBRAS, [Bovespa: PETR3/PETR4, NYSE: PBR/PBRA, Latibex: XPBR/XPBRA , BCBA: APBR/APBRA], uma companhia brasileira de energia com atuação internacional, comunica que o Plano de Aceleração do Crescimento do Brasil (PAC), lançado ontem pelo Governo Federal, inclui 183 projetos do Plano Estratégico da Petrobras, que representam, até 2010, investimentos de R$ 171,7 bilhões (US$ 68,7 bilhões ao câmbio de R$ 2,50) da companhia  inclusive seus parceiros em programas de petróleo e gás e combustíveis renováveis. Este investimento (R$ 171,7 bilhões) a ser realizado até 2010 reflete o valor dos investimentos no Brasil já anunciados no Plano de Negócios 2007-2011, acrescidos dos
investimentos em projetos cujos estudos de viabilidade sofreram revisões recentes significativas do conhecimento do Conselho de Administração, notadamente o Complexo Petroquímico do Estado do Rio de Janeiro (Comperj), a Refinaria Abreu e Lima em Pernambuco e os álcooldutos voltados a exportação, além do Plano de Antecipação da Produção de Gás (Plangás) .

Ancorado nos princípios de responsabilidade sócio-ambiental e rentabilidade, o Plano Estratégico alinha-se ao PAC na coincidência de suas metas. São premissas do PAC para o setor, em consonância com as metas da companhia:

• garantir, no longo prazo, a auto-suficiência sustentada do Brasil em petróleo, com produção mínima 20% acima do consumo nacional, relação reserva/produção mínima de 15 anos e aumento da produção de óleos leves
• ampliar e modernizar o parque de refino, aumentando a participação do óleo nacional na carga processada e melhorando a qualidade dos derivados
• acelerar a produção e a oferta de gás nacional
• assegurar a liderança na área de biocombustíveis
A ampla carteira de projetos do Plano de Negócios da Petrobras para o período 2007 – 2010 tem ainda como objetivos aumentar as reservas de petróleo e gás, expandir a infra-estrutura de transportes e distribuição e intensificar as pesquisas e o desenvolvimento de combustíveis e fontes alternativas e renováveis de energia. Para manter uma produção crescente também no longo prazo, a Petrobras vem ampliando seu portfólio exploratório e possui atualmente, para exploração futura, mais de uma centena de blocos arrematados à Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), além de diversas áreas em outros países, permitindo estabelecer a meta de produção de 4.556.000 barris diários em 2015. Para o final da década, a previsão é de uma produção total de petróleo e gás de 3.493.000 barris por dia, dos quais 2.925.000 dos campos situados no Brasil.Além dos diversos projetos em andamento, em 2007 serão iniciados outros empreendimentos relevantes, com
destaque para os grandes investimentos previstos na área do Abastecimento, como a Refinaria Abreu e Lima, do Nordeste, e o Comperj.
A seguir,  os principais projetos de investimento do Sistema Petrobras para os próximos anos – alguns com parceiros - que integram o Programa de Aceleração do Crescimento do Brasil – PAC.
 

Plano de Antecipação da Produção de Gás (Plangás)

 

 

 

Visando aumentar a oferta de gás natural na região Sudeste do Brasil, o Plangás tem como meta ampliar a produção em 24 milhões de m3 até 2008, e 39 milhões de m3 até 2010, para 40 milhões m³/dia no final de 2008 e 55 milhões m³/dia no final de 2010. Com investimentos de R$ 25 bilhões no período, o plano envolve diversos projetos e, entre outros benefícios, vai aumentar a confiabilidade do sistema elétrico nacional, disponibilizando gás natural para a geração térmica.

Última atualização em 

Close