Petrobras. Relacionamento com Investidores

Petrobras

Relações com Investidores

Campo Cottonwood começa a produzir nos Estados Unidos

Rio de Janeiro, 05 de Fevereiro de 2007 – PETRÓLEO BRASILEIRO S/A - PETROBRAS, [Bovespa: PETR3/PETR4, NYSE: PBR/PBRA, Latibex: XPBR/XPBRA, BCBA: APBR/APBRA],
uma companhia brasileira de energia com atuação internacional, comunica que foi iniciada ontem a produção do primeiro poço do campo Cottonwood operado por sua subsidiária integral Petrobras America Inc., sediada em Houston, com vazão inicial de 1,1 milhão de metros cúbicos por dia de gás, além de 4 mil barris por dia de petróleo leve (condensado). O segundo poço tem seu início de produção planejado ainda para este mês de fevereiro, aumentando a produção para 2 milhões de metros cúbicos por dia de gás. Os dois poços em conjunto terão capacidade para produzir 20 mil barris por dia de óleo equivalente.
 
Com isso, Cottonwood será o maior campo em produção da Unidade de Negócios Estados  Unidos (UN-EUA), o que fará com que a produção da UN-EUA passe dos atuais 5.500 barris de óleo equivalente por dia (boed) para acima de 25 mil barris de óleo equivalente por dia, já no mês corrente. Trata-se do primeiro campo, em águas profundas, desenvolvido e colocado em produção pela Petrobras, como operadora, no exterior.
 
O campo oferece também um exemplo de atuação integrada de especialistas de várias unidades da Companhia no Brasil, sendo a experiência e a tecnologia Petrobras integradas às
práticas de mercado no Golfo do México pela equipe da Petrobras America. Como resultado deste trabalho, o projeto teve sua produção iniciada em 12 meses após sua aprovação pela Diretoria Executiva da Empresa.
 
O campo Cottonwood fica no bloco 244 do quadrante Garden Banks, no setor Norte-americano do Golfo do México, em águas de 670 m de profundidade. Trata-se do primeiro campo da
Companhia com equipamentos e sistemas submarinos capazes de operar com alta pressão. Os dois poços de completação submarina do campo estão interligados a uma plataforma de produção fixa, de propriedade de terceiros, situada a 27 km de distância, através de dois dutos de produção e de um cabo umbilical de controle e injeção de produtos químicos.
 
Esta produção marca o retorno da Petrobras como operadora de campos em produção no Golfo do México.

Última atualização em 

Close