Petrobras. Relacionamento com Investidores

Petrobras

Relações com Investidores

Pagamento da Antecipação de Juros Sobre Capital Próprio

 

PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS
Companhia Aberta
 
FATO RELEVANTE

  
Rio de Janeiro, 26 de março de 2007 – PETRÓLEO BRASILEIRO S/A - PETROBRAS, [Bovespa: PETR3/PETR4, NYSE: PBR/PBRA, Latibex: XPBR/XPBRA, BCBA: APBR/APBRA], uma companhia brasileira de energia com atuação internacional, comunica aos senhores acionistas que pagará em 30 de março de 2007 a antecipação dos Juros sobre o Capital Próprio, aos detentores de ações ordinárias e preferenciais de emissão da Petrobras, na data base de 28 de dezembro de 2006, conforme Fato Relevante divulgado ao mercado em 15 de dezembro de 2006, de acordo com o quadro abaixo:
 

Juros sobre o Capital Próprio
Atualização pela Taxa Selic
 
Valores em Reais por ação ON e PN

0,4500
0,0137
0,4637


Sobre o valor de R$ 0,45 dos juros sobre o capital próprio incidirá 15% de imposto de renda, e sobre o valor de R$ 0,0137, correspondente à atualização pela taxa Selic, de 31/12/2006 até 30/03/2007, terá incidência de imposto de renda à alíquota de 22,5%.  As retenções de Imposto de Renda, mencionadas acima, NÃO serão aplicadas aos acionistas imunes e isentos.

Essa antecipação de juros sobre o capital próprio será descontada da remuneração a ser distribuída relativa ao encerramento do exercício social de 2006.

1. INSTRUÇÕES QUANTO AO CRÉDITO

O pagamento será efetuado pelo Banco do Brasil S.A., Instituição depositária das ações escriturais.

1.1      Os acionistas correntistas do Banco do Brasil S.A., ou de outros bancos, que comunicaram essa condição, terão seus direitos creditados automaticamente na data do pagamento.


1.2      Para os acionistas cujo cadastro não contenha a inscrição de “Banco/Agência/Conta Corrente”, os direitos somente serão creditados na data da atualização cadastral nos arquivos eletrônicos do Banco do Brasil S.A., por intermédio de suas Agências.

1.3      Essa antecipação correspondente às ações depositadas nas Custódias Fungíveis das Bolsas de Valores será creditada às respectivas Bolsas que, através das CORRETORAS depositantes, encarregar-se-ão de repassá-la aos acionistas.

1.4      Os acionistas possuidores de ações ao portador deverão comparecer a qualquer agência do Banco do Brasil S.A., munidos do CPF, Carteira de Identidade, comprovante de residência e dos certificados com os respectivos cupons, para que as mesmas sejam convertidas à forma escritural para posterior recebimento dos proventos. Na oportunidade poderão ser informados também os dados bancários para crédito dos proventos em conta-corrente.

1.5      Para os American Depositary Receipts (ADRs) negociados na Bolsa de Valores de Nova York – NYSE o pagamento se dará através do JPMorgan Chase Bank, N.A., banco depositário dos ADRs. Informação sobre a data de pagamento e qualquer informação adicional poderá ser obtida por intermédio do site www.adr.com .

2.     LOCAIS DE ATENDIMENTO

Mais informações poderão ser obtidas pela Central de Atendimento – BB responde 0800-78 5678 ou em qualquer agência do Banco do Brasil S.A.

3. OBSERVAÇÕES FINAIS

Os Juros sobre o Capital Próprio não reclamados no prazo de 3 (três) anos, a contar da data do pagamento (30/03/2007), prescreverão e reverterão em  favor da empresa (Lei 6404/76, art. 287, inciso II, item a).

Lembramos aos acionistas a importância da atualização dos seus dados cadastrais, pois o pagamento de rendimentos somente pode ser efetuado aos acionistas cujos dados cadastrais estejam atualizados ou àqueles que possuam conta corrente, de qualquer banco, cadastrada no Banco do Brasil S.A. (Instituição que administra o Sistema de Ações Escriturais da Petrobras). Para tanto, deverá comparecer a qualquer agência do Banco do Brasil S.A. de posse de seus documentos pessoais.


 
Almir Guilherme Barbassa
Diretor Financeiro e de Relações com Investidores
 

 

Última atualização em 

Close