Petrobras. Relacionamento com Investidores

Petrobras

Relações com Investidores

Petrobras começa a produzir petróleo em águas profundas no Nordeste

Rio de Janeiro, 11 de outubro de 2007 – PETRÓLEO BRASILEIRO S/A - PETROBRAS, [Bovespa: PETR3/PETR4, NYSE: PBR/PBRA, Latibex: XPBR/XPBRA, BCBA: APBR/APBRA], uma companhia brasileira de energia com atuação internacional, comunica que o campo de Piranema, localizado a 25 km da costa de Sergipe, começou ontem, dia 10, a produzir petróleo em águas profundas no Nordeste brasileiro. Com a entrada em operação desse campo, a Petrobras dá mais um passo para a manutenção da auto-suficiência brasileira em petróleo. O óleo de Piranema, de excelente qualidade, com 44º API, é o mais leve produzido em águas profundas no Brasil.

De enorme importância para a economia do Nordeste, esse tipo de óleo é essencial para a produção de lubrificantes. Com o início das operações no campo de Piranema, a Petrobras abre caminho para que outros estados do Nordeste passem, também, a explorar petróleo em aguas mais profundas.

O novo campo produzirá, inicialmente, 10 mil barris de óleo por dia e poderá chegar a 30 mil em 2008. Ao atingir a capacidade máxima, esse campo ampliará em 60% a produção de petróleo do estado de Sergipe. Afretada à empresa Sevan Production AS, da Noruega, essa plataforma é uma unidade flutuante do tipo FPSO (que produz, armazena e transfere petróleo).

A nova plataforma tem características técnicas inéditas: o casco redondo, ao contrário dos sistemas flutuantes tradicionais, é mais versátil e estável, o que lhe confere maior segurança nas operações. Afretada por 11 anos, ela ficará fundeada, na primeira fase do projeto, na parte norte do campo, em lâmina d’água de 1.090 metros. Ali, ela permanecerá conectada a seis poços. Na segunda fase, será deslocada para o sul do mesmo campo, onde ficará ligada a três outros poços, em lâmina d´água de 1560m.
 

Última atualização em 

Close