Petrobras. Relacionamento com Investidores

Petrobras

Relações com Investidores

Esclarecimento sobre Plataforma de Cherne II

Rio de Janeiro, 10 de fevereiro de 2011 – Petróleo Brasileiro S.A. - Petrobras informa que a Superintendência Regional do Trabalho do Rio de Janeiro (SRT/RJ) determinou a interdição da plataforma de Cherne II, na Bacia de Campos.

A Petrobras reafirma que a plataforma encontra-se em condições operacionais seguras para a integridade dos trabalhadores, do meio ambiente e das instalações da unidade.

Cherne II já havia sido vistoriada pela Marinha do Brasil no dia 1º de fevereiro e liberada para suas operações normais. A Marinha vistoriou e aprovou o sistema de combate a incêndio da unidade, reconhecendo a capacidade da Companhia na atuação em situações de emergência.

Todos os equipamentos fundamentais que garantem a segurança das pessoas e da operação de Cherne II estão de acordo com as exigências normativas da NR-10, assim como todos os treinamentos previstos e os equipamentos de proteção coletiva (EPC) estão atendidos.
 
Por estas razões, nenhum dos pontos levantados representa risco que justifique a interrupção da operação da plataforma. Eles já faziam parte da relação de itens que serão verificados durante a parada de manutenção, que será realizada no final de fevereiro, segundo programação feita em novembro de 2010.

Cumprindo a exigência do laudo de interdição, a Petrobras iniciou os procedimentos técnicos para paralisar o funcionamento da plataforma, seguindo os padrões internacionais de segurança operacional e está analisando as medidas legais cabíveis. A produção média diária da plataforma era de aproximadamente 9 mil barris dia.

Última atualização em 

Close