Petrobras. Relacionamento com Investidores

Petrobras

Relações com Investidores

Gasoduto Lula-Mexilhão começa a operar na Bacia de Santos

Rio de Janeiro, 19 de setembro de 2011, Petróleo Brasileiro S.A. – Petrobras, na qualidade de operadora do Consórcio do Bloco BMS-11, comunica que entrou em operação na última sexta-feira (16/9) o gasoduto Lula-Mexilhão.

Com capacidade para escoar até 10 milhões de m3 por dia, o gasoduto transportará o gás produzido pelo Polo Pré-Sal da Bacia de Santos, ligando a plataforma Cidade Angra dos Reis, localizada no campo de Lula, à plataforma de Mexilhão. O gasoduto possui 216 quilômetros de extensão, 18 polegadas de diâmetro e pressão de operação de 250 bar (unidade de pressão).

O projeto, além de viabilizar o escoamento do gás natural das plataformas destinadas ao desenvolvimento da primeira fase do Pré-sal da Bacia de Santos, também irá permitir uma maior flexibilidade no suprimento de gás para o mercado nacional.

O gasoduto Lula-Mexilhão foi interligado às seguintes instalações da Petrobras: (i) ao gasoduto que liga o campo de Mexilhão à Unidade de Tratamento de Gás (UTGCA) Monteiro Lobato, instalada em Caraguatatuba (SP); e (ii) ao gasoduto Caraguatatuba-Taubaté, que conecta o gás processado na UTGCA Monteiro Lobato à malha de distribuição de gás natural para o mercado nacional. 

O Consórcio responsável pelo desenvolvimento do campo de Lula é formado pela Petrobras (65% - Operadora), em parceria com BG Group (25%) e Petrogal Brasil S.A - Galp Energia (10%).


Última atualização em 

Close