-

Administração

Conselho de Administração

É composto por, no mínimo, sete e, no máximo, onze membros, eleitos em Assembleia Geral Ordinária para um mandato de até dois anos, admitidas no máximo três reeleições consecutivas. De todos os membros do Conselho de Administração, o presidente do Conselho, o CEO e o representante dos empregados são não independentes. Todos os outros são membros independentes não executivos. Em 2019, a assiduidade média nas reuniões do Conselho de Administração foi de 96,9%.

Regimento Interno do Conselho de Administração - PDF

Currículo dos membros do Conselho de Administração - PDF

Ata CA em atendimento ao parágrafo 2º do artigo 23 da Lei nº 13.303/16 - 2019 - PDF

Ata CA em atendimento ao parágrafo 2º do artigo 23 da Lei nº 13.303/16 - 2020 - PDF

Eduardo Bacellar Leal Ferreira
Presidente do Conselho de Administração

Eduardo Bacellar Leal Ferreira

Presidente do Conselho de Administração

Eduardo Leal Ferreira é atualmente Presidente do Conselho de Administração da Petrobras.

É Almirante de Esquadra da Reserva e foi Comandante da Marinha do Brasil até janeiro de 2019, tendo, portanto, chegado ao topo de sua carreira. Além da Escola Naval, Eduardo Leal Ferreira fez cursos de pós-graduação na Escola de Guerra Naval do Brasil e na Academia de Guerra Naval do Chile.

Entre os cargos que exerceu cabe citar o de Capitão dos Portos do Rio de Janeiro e Diretor de Portos e Costas, quando teve a oportunidade de aprofundar ligações com as atividades offshore ligadas à indústria do Petróleo.

Foi também Comandante da Escola Naval, da Escola Superior de Guerra e Comandante-em-Chefe da Esquadra Brasileira. No exterior, serviu no Chile e foi instrutor da Academia Naval de Annapolis (Escola Naval da Marinha Americana).

Rosangela Buzanelli Torres
Eleita pelos Empregados | Conselheira

Rosangela Buzanelli Torres

Eleita pelos Empregados | Conselheira

João Cox Neto
Eleito pelo Acionista Controlador | Conselheiro

João Cox Neto

Eleito pelo Acionista Controlador | Conselheiro

Roberto da Cunha Castello Branco
Eleito pelo Acionista Controlador | Conselheiro

Roberto da Cunha Castello Branco

Eleito pelo Acionista Controlador | Conselheiro

Omar Carneiro da Cunha Sobrinho
Eleito pelo Acionista Controlador | Conselheiro

Omar Carneiro da Cunha Sobrinho

Eleito pelo Acionista Controlador | Conselheiro

Marcelo Mesquita de Siqueira Filho
Eleito pelos Acionistas Minoritários Detentores de Ações Ordinárias | Conselheiro

Marcelo Mesquita de Siqueira Filho

Eleito pelos Acionistas Minoritários Detentores de Ações Ordinárias | Conselheiro

Nivio Ziviani
Eleito pelo Acionista Controlador | Conselheiro

Nivio Ziviani

Eleito pelo Acionista Controlador | Conselheiro

Ruy Flaks Schneider
Eleito pelo Acionista Controlador | Conselheiro

Ruy Flaks Schneider

Eleito pelo Acionista Controlador | Conselheiro

Rodrigo de Mesquita Pereira
Eleito pelos Acionistas Detentores de Ações Preferenciais | Conselheiro

Rodrigo de Mesquita Pereira

Eleito pelos Acionistas Detentores de Ações Preferenciais | Conselheiro

Leonardo Pietro Antonelli
Eleito pelos Acionistas Minoritários | Conselheiro

Leonardo Pietro Antonelli

Eleito pelos Acionistas Minoritários | Conselheiro

Paulo Cesar de Souza e Silva
Eleito pelo Acionista Controlador | Conselheiro

Paulo Cesar de Souza e Silva

Eleito pelo Acionista Controlador | Conselheiro

Conselho Fiscal

É composto por, no mínimo, sete e, no máximo, onze membros, eleitos em Assembleia Geral Ordinária para um mandato de até dois anos, admitidas no máximo três reeleições consecutivas. De todos os membros do Conselho de Administração, o presidente do Conselho, o CEO e o representante dos empregados são não independentes. Todos os outros são membros independentes não executivos. Em 2019, a assiduidade média nas reuniões do Conselho de Administração foi de 96,9%.

Regimento Interno do Conselho Fiscal - PDF

Agnes Maria de Aragão da Costa
Eleita pelo Acionista Controlador | Conselheira Titular

Agnes Maria de Aragão da Costa

Eleita pelo Acionista Controlador | Conselheira Titular

Fabricio Santos Debortoli
Eleito pelos Acionistas Preferencialistas | Conselheiro Suplente

Fabricio Santos Debortoli

Eleito pelos Acionistas Preferencialistas | Conselheiro Suplente

Daniel Alves Ferreira
Eleito pelos Acionistas Preferencialistas | Conselheiro Titular

Daniel Alves Ferreira

Eleito pelos Acionistas Preferencialistas | Conselheiro Titular

Sérgio Henrique Lopes de Sousa
Eleito pelo Acionista Controlador | Conselheiro Titular

Sérgio Henrique Lopes de Sousa

Eleito pelo Acionista Controlador | Conselheiro Titular

Alan Sampaio Santos
Eleito pelo Acionista Controlador | Conselheiro Suplente

Alan Sampaio Santos

Eleito pelo Acionista Controlador | Conselheiro Suplente

Gildenora Batista Dantas Milhomem
Eleita pelo Acionista Controlador | Conselheira Suplente

Gildenora Batista Dantas Milhomem

Eleita pelo Acionista Controlador | Conselheira Suplente

Jairez Elói de Sousa Paulista
Eleito pelo Acionista Controlador | Conselheiro Suplente

Jairez Elói de Sousa Paulista

Eleito pelo Acionista Controlador | Conselheiro Suplente

José Franco Medeiros de Morais
Eleito pelo Acionista Controlador | Conselheiro Titular

José Franco Medeiros de Morais

Eleito pelo Acionista Controlador | Conselheiro Titular

Marcelo Gasparino da Silva
Eleito pelos Acionistas Minoritários Ordinaristas | Conselheiro Titular

Marcelo Gasparino da Silva

Eleito pelos Acionistas Minoritários Ordinaristas | Conselheiro Titular

Paulo Roberto Evangelista de Lima
Eleito pelos Acionistas Minoritários Ordinaristas | Conselheiro Suplente

Paulo Roberto Evangelista de Lima

Eleito pelos Acionistas Minoritários Ordinaristas | Conselheiro Suplente

Diretoria Executiva

É composto por, no mínimo, sete e, no máximo, onze membros, eleitos em Assembleia Geral Ordinária para um mandato de até dois anos, admitidas no máximo três reeleições consecutivas. De todos os membros do Conselho de Administração, o presidente do Conselho, o CEO e o representante dos empregados são não independentes. Todos os outros são membros independentes não executivos. Em 2019, a assiduidade média nas reuniões do Conselho de Administração foi de 96,9%.

Roberto da Cunha Castello Branco
Presidente

Roberto da Cunha Castello Branco

Presidente

Andrea Almeida
Diretora Executiva Financeira e de Relacionamento com Investidores

Andrea Almeida

Diretora Executiva Financeira e de Relacionamento com Investidores

Anelise Quintão Lara
Diretora Executiva de Refino e Gás Natural

Anelise Quintão Lara

Diretora Executiva de Refino e Gás Natural

Carlos Alberto Pereira de Oliveira
Diretor Executivo de Exploração e Produção

Carlos Alberto Pereira de Oliveira

Diretor Executivo de Exploração e Produção

André Barreto Chiarini
Diretor Executivo de Comercialização e Logística

André Barreto Chiarini

Diretor Executivo de Comercialização e Logística

Marcelo Barbosa de Castro Zenkner
Diretor Executivo de Governança e Conformidade

Marcelo Barbosa de Castro Zenkner

Diretor Executivo de Governança e Conformidade

Jairez Nicolás Simone
Diretor Executivo de Transformação Digital e Inovação

Jairez Nicolás Simone

Diretor Executivo de Transformação Digital e Inovação

Roberto Furian Ardenghy
Diretor Executivo de Relacionamento Institucional e Sustentabilidade

Roberto Furian Ardenghy

Diretor Executivo de Relacionamento Institucional e Sustentabilidade

Rudimar Andreis Lorenzatto
Diretor Executivo de Desenvolvimento da Produção

Rudimar Andreis Lorenzatto

Diretor Executivo de Desenvolvimento da Produção

Comitês

Mauris non tempor quam, et lacinia sapien. Mauris accumsan eros eget libero posuere vulputate. Etiam elit elit, elementum sed varius at, adipiscing vitae est. Sed nec felis pellentesque, lacinia dui sed, ultr.

Comitês do Conselho de Administração

O Conselho de Administração contará com 6 (seis) Comitês de assessoramento, com atribuições específicas de análise e recomendação sobre determinadas matérias, vinculados diretamente ao Conselho: Comitê de Investimentos; Comitê de Auditoria; Comitê de Auditoria do Conglomerado Petrobras; Comitê de Segurança, Meio Ambiente e Saúde; Comitê de Pessoas; e Comitê de Minoritários. Estes comitês têm por objetivo assessorar o Conselho no cumprimento das suas responsabilidades de orientação e direção superior da Companhia.

Integrantes

Composição e currículos dos membros dos Comitês do Conselho de Administração - PDF

Regimentos

Regimento Interno do Comitê de Auditoria Estatutário - PDF

Regimento Interno do Comitê de Auditoria Estatutário do Conglomerado Petrobras - PDF

Regimento Interno de Comitê de Investimentos - PDF

Regimento Interno de Comitê de SMS - PDF

Regimento Interno do Comitê de Minoritários - PDF

Regimento Interno do Comitê de Pessoas - PDF

Relatórios

Relatório Anual do Comitê de Auditoria Estatutário – Exercício Social de 2019 - PDF

Relatório Anual Resumido do Comitê de Auditoria Estatutário do Conglomerado Petrobras – Exercício Social 2019 - PDF

Regulamento da Auditoria Interna - PDF

Comitês Técnicos Estatuários

A Diretoria Executiva conta com o assessoramento do Comitê Técnico Estatutário de Investimento e Desinvestimento.

Os membros da Diretoria Executiva contam com 8 (oito) comitês técnicos de assessoramento, compostos por titulares da estrutura geral, com atribuições específicas de análise e recomendação sobre determinadas matérias:

  • Comitê Técnico Estatutário de Relacionamento Institucional e Sustentabilidade;
  • Comitê Técnico Estatutário de Desenvolvimento da Produção;
  • Comitê Técnico Estatutário de Exploração e Produção;
  • Comitê Técnico Estatutário de Refino e Gás Natural;
  • Comitê Técnico Estatutário Financeiro e de Relacionamento com Investidores;
  • Comitê Técnico Estatutário de Assuntos Corporativos;
  • Comitê Técnico Estatutário de Governança e Conformidade;
  • Comitê Técnico Estatutário de Transformação Digital e Inovação

A composição e as regras de funcionamento dos Comitês Técnicos Estatutários são disciplinadas em regimentos aprovados pelo Conselho de Administração.

Regimentos

Regimento Interno CTE - PDF

Comitês Deliberativos e Consultivos

A Diretoria Executiva pode criar comitês, com poderes delegados, vinculados a este órgão ou diretamente a um de seus membros. Os comitês podem ser de natureza deliberativa ou consultiva e têm a finalidade de auxiliar a Diretoria Executiva no cumprimento de suas atribuições e responsabilidades. Esses comitês são compostos por gestores de diferentes áreas da companhia, de forma a garantir uma visão multidisciplinar nas análises e discussões das matérias, bem como no processo de tomada de decisão. A composição e as regras de funcionamento dos comitês serão disciplinadas em regimentos a serem aprovados pela Diretoria Executiva e submetidos ao Conselho de Administração.

Os comitês deliberativos e consultivos podem constituir comissões e grupos de trabalho, com atuação predominantemente tática e operacional, para apoiá-los no desempenho de suas atribuições.

Avaliação de Desempenho

As avaliações de desempenho do Conselho de Administração, da Diretoria Executiva e de seus comitês de assessoramento, enquanto colegiados, e de cada um de seus membros, individualmente, ocorre anualmente e está prevista no nosso Estatuto Social, nas nossas Diretrizes de Governança Corporativa e no Regimento Interno do Conselho de Administração.

Segundo nosso Estatuto Social, cabe ao Conselho de Administração avaliar, anualmente, os resultados de desempenho, individual e coletivo, dos administradores e dos membros dos Comitês do Conselho, com o apoio metodológico e procedimental do Comitê de Pessoas, observados quesitos mínimos, como a exposição dos atos de gestão praticados quanto à licitude e à eficácia da ação gerencial e administrativa; a contribuição para o resultado do exercício; a consecução dos objetivos estabelecidos no plano de negócios e o atendimento à nossa estratégia de longo prazo.

A sistemática que detalha os procedimentos de avaliação do Conselho de Administração é realizada por uma empresa externa especializada e foi aprovada pelo Conselho de Administração. A metodologia tem como objetivo analisar periodicamente o desempenho e a contribuição dos nossos órgãos de administração, dos nossos administradores e dos membros dos comitês de assessoramento ao Conselho de Administração para o alcance dos objetivos e metas estabelecidos no plano estratégico, visando atingir resultados mais eficientes e eficazes e contribuir para o fortalecimento de nossa imagem e reputação junto aos nossos públicos de interesse.

A criação da metodologia de avaliação considerou entendimento de documentos e relatórios, inclusive os divulgados ao público; entrevistas individuais com os membros do Conselho de Administração; e apresentação das conclusões, recomendações e ações prioritárias. O Conselho de Administração também deverá avaliar, anualmente, o desempenho da Diretoria Executiva, a partir de sistemática e critérios por ele definidos.

O resultado da avaliação de desempenho é utilizado no cálculo da remuneração variável dos membros da Diretoria Executiva. Desta forma, caso todos os pré- requisitos e metas do programa sejam atendidos, o indicador de Avaliação da Diretoria pelo Conselho de Administração terá influência na remuneração variável do participante. Não é previsto impacto da avaliação de desempenho na remuneração dos membros do Conselho de Administração e seus comitês de assessoramento, uma vez que sua remuneração é fixa.

O ciclo de avaliação anual do Conselho de Administração e seus Comitês referente a 2019 foi realizado por empresa externa especializada e concluído em abril de 2020.

O ciclo de avaliação de 2019 da Diretoria Executiva foi concluído no primeiro semestre de 2020. A metodologia para este ciclo foi aprovada pelo Conselho de Administração e consiste na avaliação do alcance das métricas definidas pelo Conselho e na avaliação qualitativa de quatro critérios: estratégia, processo decisório, estrutura e identidade. Os resultados da avaliação individual e coletiva da Diretoria Executiva, relativos ao ciclo de 2019, foram apresentados em relatório final encaminhado ao Comitê de Pessoas, que os reportou ao CA.

Remuneração

Possuímos um programa de remuneração variável para nossos empregados que visa alinhar o desempenho individual às nossas metas globais e aumentar o engajamento para que todos se sintam responsáveis por nossos resultados.

No cálculo da remuneração variável de todos os empregados consideramos quatro métricas de desempenho globais: 2 financeiras e 2 ambientais – Dívida Bruta, Variação do Valor Agregado (Delta EVA), Intensidade de Emissões de Efeito Estufa (IGEE) e Volume Vazado de Óleo e Derivados (VAZO). Além disso, cada funcionário ou executivo possui metas específicas definidas em seu scorecard.

O bônus do CEO, por exemplo, dependerá 85% das quatro métricas principais de performance da companhia, 5% de uma avaliação de conformidade da Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (SEST) e 10% de uma avaliação discricionária sobre o seu desempenho, dada pelo Conselho de Administração. Os diretores executivos terão seu bônus calculado em 60% com base no desempenho geral da empresa (4 principais métricas), 25% em metas específicas estabelecidas em seus scorecards, 5% de uma avaliação de conformidade da SEST e 10% em sua avaliação discricionária. Um empregado sem função terá 35% de seu bônus baseado em nosso desempenho global, 55% em suas metas específicas e 10% em sua avaliação discricionária.

Além disso, a fim de garantir o alinhamento da remuneração dos executivos com nossa performance de longo prazo, os gestores sênior, diretores e CEO, tem parte de sua remuneração diferida no tempo e variando de acordo com valor de nossas ações.


Última atualização em 11 de fevereiro de 2021.
Fechar