Comunicados e Fatos Relevantes

Confira a íntegra dos nossos Comunicados e Fatos Relevantes divulgados ao mercado.

Esclarecimento sobre Notícias: Dividendos

19/03/2018

Rio de Janeiro, 19 de março de 2018 – Petróleo Brasileiro S.A. – Petrobras informa que recebeu o Ofício nº 424/2018-SAE, que solicita o seguinte esclarecimento:

Ofício nº 424/2018-SAE

“Prezados Senhores,

Em notícia veiculada pelo jornal Valor Econômico, em 16/03/2018, sob o título “Petrobras pode pagar dividendo no 1° tri”, consta, entre outras informações, que a Petrobras planeja começar a pagar dividendos trimestrais e a tendência de que o faça já no primeiro trimestre é “altíssima”.
 
Solicitamos esclarecimentos sobre o item assinalado, até às 9h de 19/03/2018, com a sua confirmação ou não, bem como outras informações consideradas importantes.”

Esclarecimento

Em 15/03/2018, a Petrobras divulgou Comunicado ao Mercado informando que seu Conselho de Administração determinou a realização de estudos para alterações em sua Política de Dividendos visando, dentre outros aspectos, possibilitar a realização de pagamentos trimestrais de Dividendos ou de Juros sobre Capital Próprio.

Também em 15/03/18, a Companhia divulgou as demonstrações financeiras relativas a 2017, tendo esclarecido que, não obstante a apuração de prejuízo contábil, os resultados operacionais da Petrobras foram positivos.

Nesse sentido, importante destacar que a perspectiva de melhora do resultado para 2018 é decorrente da expectativa de maior geração operacional, de realização das parcerias e desinvestimentos e de redução da dívida da Companhia, em linha com as informações constantes na apresentação de divulgação de resultados do exercício de 2017, também arquivada na CVM, em 15/03/2018.


Além disso, a documentação acima mencionada demonstra que a Companhia procurou, no último ano, eliminar incertezas relevantes que poderiam impactar seus resultados como, por exemplo, o acordo para encerramento da ação coletiva proposta por investidores estrangeiros nos EUA (class action), bem como a adesão a programas de regularização de débitos federais.

Sendo assim, as manifestações a que se refere o Ofício em epígrafe, constituíram simplesmente a constatação, a partir de fatos adequadamente divulgados ao mercado, de uma maior probabilidade de pagamento de dividendos como decorrência natural de todas as informações financeiras, repita-se, já divulgadas pela Companhia, não estando atreladas a qualquer previsão de eventos futuros.